Quanto vale sua empresa? Você sabe calcular?

Postado em 05 de outubro de 2021

Finanças e vendas

Tempo de leitura: 3 minutos

“Quanto vale sua empresa” é uma pergunta que chama atenção de boa parte dos empresários e investidores.

Isso porque conhecer o valor do seu negócio permite avaliar a situação do estabelecimento, além de ser uma forma de atrair investimentos assim como ter noção do preço real em caso de venda da empresa.

Continue a leitura e saiba como calcular o valor da sua empresa!

3 formas de saber quanto vale sua empresa

O termo Valuation é o nome dado ao processo que estima o valor de um empreendimento, sempre lembrando que não há uma conta 100% certa, já que são colocadas diversas variáveis e visões de mercado nesse cálculo.

Ele consiste no procedimento de avaliação com base em premissas, análises e métodos quantitativos. Existem 3 formas mais conhecidas de se chegar a esse valor. Veja quais são:

1. Fluxo de caixa descontado

O fluxo de caixa descontado informa no presente qual a perspectiva de lucro do fluxo de caixa no decorrer de um dado período, geralmente de três a cinco anos, atrelado a uma taxa de desconto.

Essa taxa nada mais é que o valor resultante da soma dos custos do capital com os riscos empresariais (como falhas em processos internos).

Os Fluxos de Caixa consideram as movimentações financeiras, isto é, as entradas e saídas do caixa, as quais são medidas diariamente, mensalmente, anualmente ou conforme a necessidade.

Sendo assim, esse modelo calcula uma previsão de fluxo de caixa futuro, baseando-se nas possíveis taxas de expansão do negócio. 

Nessa conta, são incluídos, por exemplo, o lucro obtido a longo prazo na oferta de um novo produto ou serviço. Lembrando que as taxas de risco das operações devem ser consideradas, já que esse fator pode diminuir a lucratividade em certo momento.

Por isso, é fundamental adotar perspectivas otimistas e pessimistas, visando obter um resultado mais aproximado do real.

Essa metodologia é a mais utilizada para calcular o valor do negócio, pois informa com mais agilidade a capacidade que uma empresa tem de produzir no futuro mais riquezas.

2. Múltiplos de Mercado

Esse método completa outros cálculos e projeções do mercado e consiste em fazer um comparativo da empresa com o desempenho de outro estabelecimento que possua um desempenho econômico similar.

É essencial destacar que essa comparação é relativa, ou seja, pega-se uma empresa X e compara-a com outra Y, usando, por exemplo, uma variável como um ativo financeiro que uma possui e a outra não, determinando assim, aquela quem tem mais capital.

Os Ativos são os direitos, bens e propriedades que um empreendimento possui, os quais geram lucros ao empreendedor.

Logo, se um negócio tem 2 lojas abertas na cidade (um tipo de ativo imobilizado) e possui um software próprio (uma patente, um ativo intangível), ele tem mais chances de concentrar um faturamento maior que outra empresa que está abrindo as portas agora.

Para chegar a esse número, o empresário deve juntar as informações que o concorrente possui e fazer uma média de quanto aqueles bens estão valendo no mercado, de acordo com dados públicos de outras empresas com o mesmo perfil/recursos. 

De forma geral, o Múltiplos de Mercado  é um meio mais simples de calcular o Valuation, porque não considera várias particulares da empresa avaliada.

3. Valor Patrimonial

O método do Valor Patrimonial considera o patrimônio líquido do negócio, ou seja, quais as máquinas, bens, estoque, imóveis e outros recursos a empresa possui, assim como as aplicações financeiras do banco, dinheiro em caixa e contas a receber.

Em seguida, o empreendedor deve pegar esse valor total e subtrair das dívidas e o pagamento de tributos e fornecedores.

Esse tipo de abordagem costuma não ser muito usada ultimamente, porque em geral, o valor que os pequenos e médios negócios possuem no estabelecimento é bem menor quando comparado às perspectivas de lucro a médio e longo prazo.

Conclusão

Com certeza, você empreendedor saberá responder quanto vale sua empresa, ou pelo menos, já tem conhecimento das principais formas de se chegar a esse resultado.

Conhecer o desempenho financeiro do negócio é de suma importância não só para quem deseja vender seu negócio, mas também a todos os empresários que desejam fazer uma gestão mais assertiva.

Nesse contexto, um recurso que pode ajudar a encontrar o valor do estabelecimento se trata do sistema de gestão comercial, como o BITIS

Com ele, é possível conhecer as condições financeiras do empreendimento, graças a relatórios precisos e atualizados, além do fato do usuário ter acesso a todos os dados do estoque, o que facilita na hora de fazer um levantamento dos bens.

Gostou do texto? Então inscreva seu e-mail abaixo e continue sempre informado!

voltar

Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin