Controle de estoque para mercearia e mini mercados

Postado em 01 de março de 2022

Gestão de estoque

Você sabe muito bem o quanto é difícil organizar e controlar o estoque do seu estabelecimento comercial, seja ele um mini mercado ou mercearia. Mas provavelmente o cliente que entra para pegar um produto na prateleira não faz ideia dessa dificuldade.

Manter o estoque dos produtos comercializados e expostos devidamente nas prateleiras para que sejam vendidos, é um problema que diz respeito apenas a quem administra o negócio.

Mas o controle de estoque não precisa ser um problema, sabe por quê?

É o que nós vamos mostrar a você, nessa rápida leitura, que vai abordar as soluções que estão à sua disposição.

A importância do controle de estoque

Se o seu cliente não encontra um produto que costuma ser vendido no seu estabelecimento, encontra um produto avariado ou fora da validade, ou ainda, se a sua equipe encontra dificuldades para armazenar o excesso de algum produto, o seu negócio tem um problema com o controle de estoque.

Esses são alguns exemplos de uma enorme lista de problemas que o seu estabelecimento pode enfrentar ao não priorizar o controle de estoque.  Isso gera prejuízos financeiros diretos, além de prejuízos na imagem do negócio, o que acaba também gerando consideráveis prejuízos a médio e longo prazo.

Considerar a gestão do estoque como uma tarefa secundária nos pequenos estabelecimentos comerciais é um erro comum, mas impacta os gastos e ganhos imediatos, além de promover um efeito em cascata que pode até inviabilizar o funcionamento.

Veja os passos para fazer o controle de estoque

Para ter um controle de estoque eficiente, é necessário que algumas medidas sejam tomadas, como veremos a seguir.

MANTENHA UM INVENTÁRIO

Em primeiro lugar, você precisa saber exatamente quais são os produtos que estão em sua loja e em quais quantidades, mantendo um relatório atualizado.


REGISTRE O FLUXO DE ENTRADA E SAÍDA

Para manter o inventário atualizado, é necessário controlar o fluxo de mercadorias. Esse registro ajudará também a identificar o giro de mercadorias e antecipar pedidos.


GERENCIE OS PRAZOS DE VALIDADE

Esse tipo de estabelecimento requer um rigoroso controle dos prazos de validade, não apenas para evitar problemas com a fiscalização, como também para evitar desperdícios.


FAÇA UM BALANÇO PERIÓDICO

O inventário realizado no primeiro item dessa lista precisa ser realizado periodicamente, para identificar qualquer tipo de falha no registro do fluxo, bem como possíveis desvios de mercadorias.


OTIMIZE O ESTOQUE

Após conhecer a rotatividade dos produtos, é necessário definir as quantidades necessárias para manter o fluxo, evitando esgotar ou acumular produtos desnecessariamente. A organização física do estoque vai ajudar também a lidar de forma mais eficaz com os prazos de validade e com a logística de reposição.


AUTOMATIZE ESSAS TAREFAS

A principal dica nós deixamos para o final. Essas tarefas consumirão um tempo enorme de trabalho de seus colaboradores e pode se tornar impossível de manter com a mesma quantidade de funcionários.

Felizmente, você pode automatizar a maior parte desse trabalho, com um investimento irrisório se comparado com a contratação de pessoal e com os prejuízos causados pela ausência de um controle de estoque eficaz.

Saiba como automatizar o seu estoque

E então, como você pode automatizar a gestão de estoque de seu mini mercado, mercearia ou negócio relacionado?

A solução mais simples e que providenciará o maior retorno financeiro é o uso de um ERP. É a sigla para Enterprise Resource Planning (Planejamento de Recursos Empresariais), que também pode ser chamado de Sistema Integrado de Gestão Empresarial.

O ERP é um software com inúmeras funcionalidades, que ajuda empresas de todos os segmentos e de todos os portes, a realizar tarefas de gestão de forma fácil e barata.

Entre as funcionalidades que um ERP pode disponibilizar estão:

  • Cadastro de produtos
  • Cadastro de clientes
  • Controle de estoque
  • Controle de vendas
  • Controle financeiro
  • Emissão de notas fiscais
  • Emissão de cupons fiscais
  • Impressão de etiquetas
  • Relatórios gerenciais
  • Integração com a contabilidade
  • Acesso por dispositivos móveis

Quer um exemplo prático do seu mercadinho funcionando a partir de um Sistema Integrado de Gestão?

Imagine que um cliente compra um produto em seu estabelecimento. A partir do momento em que ele passa no caixa, o sistema já dá baixa da quantidade desse produto em estoque, com os valores indo direto para a contabilidade. Quando novos produtos chegarem, basta cadastrá-los no sistema e você terá um controle de estoque e fluxo de mercadorias funcionando regularmente, de forma automática.

Quer mais exemplos de como um Sistema de Gestão Online pode ajudar a organizar o seu negócio?


Então converse agora mesmo com a Bitis e saiba como organizar seu empreendimento e aumentar o seu lucro!

voltar

Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin