Gestão de estoque: 4 dicas para economizar tempo e dinheiro

Postado em 25 de maio de 2021

Gestão de estoque

Tempo de leitura: 4 minutos

Os lucros de uma empresa dependem dos métodos utilizados dentro dela, por isso, é importante entender melhor sobre como os pequenos controles facilitam seu trabalho. Então, compreenda mais sobre a gestão de estoque neste artigo.

O que é uma gestão de estoque

Trata-se da gestão de itens existentes em um estoque, na verdade, é a apuração do movimento de entrada e saída de mercadoria. A gestão de estoque é importantíssima, pois possibilita ter informações precisas sobre a demanda que o mercado tem do seu produto.

Esse conhecimento permite que a empresa flua corretamente e atenda sua demanda do mercado. Considere, também, que tal entendimento evita prejuízos e perdas comuns nesse âmbito. Além disso, oferece maior eficiência e organização de processos internos.

Os desperdícios causados durante o trabalho são reduzidos de forma drástica. Com isso, há mais tempo e energia para que possam focar em outros pontos da empresa.

O estoque possui duas modalidades, que se diferenciam entre si, portanto, veja quais são elas e para o que servem:

1 – Estoque de matérias-primas

Está relacionado a empresas no âmbito industrial, independentemente de seu tamanho. É o caso de um negócio de produção de sabonetes orgânico, uma padaria que fabrica pães e doces em escala, produtores de laticínios, restaurantes, ou outros negócios que desenvolvam mercadorias para revenda. Por isso, ele é disponível para o setor de produção, transformando-o em produtos finais.

2 – Estoque de produtos para o varejo

É próprio para empresas de tipo comercial. Ou seja, que vendem seus próprios produtos ou de terceiros. Traduzindo a quantidade de mercadorias disponíveis para a venda e controlando o desempenho.

Imagem de mesa de doces em padaria

4 Dicas sobre como economizar tempo e dinheiro

O estoque de uma empresa é uma das fontes de recursos mais importantes para um negócio. Afinal, a comercialização dos produtos é a base de lucros. Por isso, é preciso ter noção sobre as mercadorias que têm.

A seguir, entenda mais sobre as possibilidades que uma ferramenta para a gestão de estoque oferece, pois, isso será útil na hora de colocar em prática.

1- Defina o tipo de estoque adequado para você

Como apresentado, não existe apenas um tipo de estoque. Portanto, compreenda corretamente cada um deles e não deixe de buscar o que se enquadra em seu negócio.

Com gestão de estoque automatizada por um sistema, o controle fica mais eficiente e fácil de lidar com os dados. Diminuindo o risco de erros e aumentando a eficiência.

2- Tenha sempre funcionários competentes e bem treinados

Lidar com essa gestão requer responsabilidade e competência. Logo, não é um cargo que pode ser dado para qualquer pessoa. Até mesmo pelo fato de que esta pessoa será sua porta-voz e o manterá informado sobre esse setor da empresa.

Manter seus funcionários em treinamento constante é ideal. Isso fará com que seus resultados sejam satisfatórios e não haja problemas.

Em alguns casos, o uso de programas pode ser mais prático já que eles fazem todo o trabalho corretamente e de forma rápida. Também, diminuem o índice de erros que podem ocorrer quando há o comando de um humano.

3- Verifique o histórico de movimentação

O histórico de movimentação tem grande importância dentro desse meio. Porquanto, ele irá possibilitar que tenha acesso aos índices passados. Assim, entenderá o que pode ou não ser repetido dentro da sua empresa.

Com esse auxílio, as chances de evitar erros repetitivos e ampliar seu negócio aumentam. Então, é um grande erro menosprezar esse ato e não dar atenção para as anotações passadas.

Quando iniciar a gestão de um estoque, não deixe de armazenar corretamente todos os documentos gerados, pois, isso fará com que tenha fontes para determinar seus passos futuros.

4- Promova a queima de estoque

Ao longo do ano, faça uma relação sobre os produtos que estão parados em suas prateleiras. Caso estejam vendendo menos do que o restante, a melhor alternativa é a queima de estoque.

Uma promoção permite que libere o espaço para produtos novos. Também permite que a empresa recupere uma parte do que foi gasto ao adquirir os itens.

Esse meio não é indicado com frequência, pois, isso também pode afetar o seu negócio caso tenha que vender todos os produtos por preços mais baixos. O lucro que poderia ganhar acaba sendo basicamente nulo. O ideal é sempre estar a par do seu estoque para evitar que os produtos encalhem.

Para que serve o controle de estoque?

O espaço físico organizado é apenas o primeiro ponto que pode ser destacado. Mas, também há a otimização de tarefas de toda a empresa, pois, controlar o estoque significa ter uma gestão de uma parte importante, representando uma estratégia de operações.

Manter um estoque organizado, propicia visualizar, por exemplo, quais produtos ficarão em falta em pouco tempo, quais produtos estão com grande saída e quais não estão. Descuidar do estoque ou gerir de maneira inadequada pode acarretar em erros que custarão caro a empresa.

Economia em gastos desnecessários

Algumas mudanças podem ser implementadas para reduzir ou eliminar os desperdícios de recursos. O planejamento deve ser aliado a estratégias que envolvam técnicas e ferramentas de otimização. Um exemplo é analisar todos os dias, se possível os dados das vendas realizadas para identificar quais itens têm maior procura, quais fazem sucesso e devem ser descontinuados, ou ainda, se é preciso fazer o uso de um sistema para a gestão do estoque.

Quando há esse trabalho eficiente e com redução de custos, a empresa lucra mais. Assim, pode haver mais possibilidade de investir em melhorias.

Melhora nas vendas

Ter o controle sobre seu estoque garante que tenha a mercadoria quando seus concorrentes estão com falta. Com isso, suas vendas aumentam notoriamente e os clientes são atraídos.

A frustração de comprar um produto e descobrir que irá demorar para chegar, marca de maneira negativa a imagem de uma loja. Por isso, é importante entender que a gestão feita corretamente evita essa situação.

Um dos principais benefícios de possuir uma gestão é o fato de que a produtividade aumenta. Enquanto isso, os custos, erros e perdas diminuem. Com isso, os lucros crescem.

Gastar com algo que ficará parado significa investimento errado. Quando há a compra de um produto que não tem giro, há ocupação do espaço de outro produto, com maior saída.

Utilize uma boa gestão de estoque

Após entender como a gestão ajuda na economia de uma corporação, é interessante colocar as dicas em prática. Assim, poderá manter o crescimento da mesma e se destacar entre as outras.

O capital de giro ocorre mais rapidamente e proporciona mais lucros quando há esse cuidado. Portanto, manter o controle efetivo é um planejamento que deve estar sempre presente. Então, utilize cada um dos truques e adquira resultados cada vez melhores.

Para uma melhor gestão, também é possível contratar empresas ou sistemas para lhe auxiliar a conquistar uma melhor organização do seu estoque.

voltar

Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin