Certificado Digital A1: conheça os benefícios e pontos de atenção

Postado em 24 de fevereiro de 2021

Inovação e tecnologia

Tempo de leitura: 5 minutos

O certificado Digital A1 funciona com um software que é ativado sempre que houver a necessidade da assinatura eletrônica.

Na era das constantes transformações tecnológicas, é fundamental que se tenha atenção a todas as movimentações online. Ou seja, enquanto evoluímos no universo da internet, devemos aumentar o cuidado com a segurança nos acessos e registros das transações digitais.

Para as empresas essa é uma preocupação diária, principalmente para aquelas que apresentam um volume considerável de operações. Assim, a criação dos certificados digitais possibilitou a transação de registros de um modo ágil, prático e seguro e no Brasil, uma das modalidades mais usadas é o Certificado Digital A1.

O objetivo deste post é apresentar o conceito e a funcionalidade do Certificado Digital A1. Continue a leitura e veja suas vantagens, além dos pontos de atenção sobre seu uso!

O que são os Certificados Digitais?

São arquivos eletrônicos, usados por pessoas físicas e jurídicas, para identificar quem é o titular de uma operação, como uma assinatura. Sua validade assegura diversos tipos de transações e serviços realizados por meio da Internet, permitindo que uma pessoa ou empresa seja identificada através dessa assinatura digital.

No geral, são usados para assinar notas fiscais, cupons fiscais, comprovantes de transporte, entre outros contratos eletrônicos. Existem diversos modelos e tipos de certificados digitais, em que cada um se aplica para um objetivo específico. Confira a seguir quais são eles:

  • Tipo A, certificado de assinatura digital;
  • Tipo S, certificado de sigilo;
  • Tipo T, certificado de tempo;
  • e-CPF;
  • e-CNPJ;
  • NF-e.

Como funciona a modalidade de Certificado Digital A1?

O modelo de Certificado digital A1 é o mais utilizado e até indicado pelos benefícios que oferece. Nele, as informações permanecem registradas no computador do usuário, associando as chaves pública e privada, geradas no ato da solicitação da certificação.

Enquanto a chave pública é enviada pela Autoridade Certificadora, chamada de AC, a privada é armazenada no computador e protegida por uma senha. Assim, o modo seguro da operação está na interação entre essas duas chaves, pois a privada só pode ser lida pela pública.

Assim, para que uma chave seja decodificada, é necessário a combinação com a outra, devido ao fato de trazerem informações criptografadas e únicas, impedindo a leitura e possíveis ações de terceiros. 

Para você entender melhor, imagine o transporte de dinheiro da sua loja para um banco. Você o coloca em um cofre que tem uma chave especial (pública) e ele é enviado, por meio de um carro forte (criptografia) que garante a proteção desse transporte. Ao chegar no banco, o cofre poderá ser aberto apenas com uma segunda chave (privada) e o dinheiro é depositado na conta da loja. 

Principais características do Certificado Digital A1

Como já citamos, nos certificados do tipo A1, a assinatura fica armazenada no próprio documento e ela funciona por meio de uma associação entre chaves, uma pública e uma privada. Além disso:

  • possui validade de um ano;
  • mais praticidade, devido ao fato de que sua operação pode ser feita de qualquer dispositivo, seja de um computador ou de um celular;
  • possibilita exportar para uso em outros dispositivos, e os formatos podem ser em PFX ou P12;
  • permite instalação em diversos computadores e em outros sistemas que operam online, como na nuvem, de forma simultânea;
  • pode ser importado por softwares de emissão de notas fiscais;
  • permite o backup do certificado;
  • independe de dispositivos externos.

Quais são as vantagens em relação às outras modalidades?

A possibilidade de acessar o certificado digital A1 de qualquer local e dispositivo, tanto no computador quanto no celular, já se configura como uma vantagem, porém, outros benefícios podem ser notados. Confira a seguir quais são eles!

Utilização em rede

Apesar de instalado em um computador, o certificado A1 pode ser utilizado de todos os computadores e dispositivos que estejam interligados na empresa. Assim, ele ficará disponível para todas as pessoas que estiverem conectadas a essa rede.

Uso simultâneo de usuários

O uso em rede permite também que os usuários utilizem a certificação de forma simultânea. Como um token de confirmação é opcional, cada usuário terá autonomia de uso. Isso quer dizer que, notas fiscais podem ser transmitidas ao mesmo tempo que uma declaração é enviada para o departamento contábil.

Utilização em sistema de emissão de notas fiscais

Empresas que emitem notas fiscais, em sistemas online, podem usar o Certificado digital A1, pois ele permite o uso em computadores diferentes, inclusive fora do ambiente da empresa. Para isso, o arquivo precisa ser importado para o sistema que fará a emissão.

Impossibilidade de extravio

Como nessa modalidade de certificado a criptografia é armazenada no documento assinado, permanecendo sempre ao arquivo, é impossível que seja perdido ou extraviado, assim como pode acontecer com cartão ou token, utilizados em certificados do tipo A3.

Possibilidade de prevenção de perda

O modelo de Certificado digital A1 permite backups de segurança e por isso ele se mantém seguro, mesmo em caso de queima do disco rígido.

Quais são os pontos de atenção do Certificado Digital A1?

Apesar de apresentar diversas vantagens, é fundamental que se tenha cuidado sobre algumas questões. Por isso, separamos os pontos de atenção que devem ser considerados no Certificado Digital A1. Confira!

Ter um backup

É primordial fazer uma cópia do backup por segurança, para garantir que o arquivo esteja disponível caso ocorra algo inesperado com a máquina ou servidor onde o Certificado está instalado.

Não emitir segunda via

O fato de não emitir a segunda via fortalece a necessidade de backup, pois uma vez perdido, é necessário tirar outra Certificação Digital A1.

Verificar o prazo de renovação

Como ele tem validade de apenas 1 ano, é importante ter um monitoramento quanto ao prazo de renovação anual.

Quais as principais dúvidas em relação ao Certificado Digital A1?

Algumas dúvidas são comuns aos usuários que vão utilizar o Certificado Digital A1 pela primeira vez. Veja abaixo, quais são elas!

Como adquirir esse certificado?

Para adquirir o Certificado Digital A1, você deve acessar o site de uma Autoridade Certificadora (AC) confiável e efetuar a compra. Depois de finalizada essa operação, será necessário reunir os documentos solicitados e entregar à Autoridade de Registro credenciada, para que a identificação presencial seja efetivada.

A sua renovação poderá ser realizada: 

  • de forma online para a pessoa física, limitado a uma única vez. A próxima precisa ser presencial;
  • online para a pessoa jurídica, mas com a entrega dos documentos de forma presencial em um dos locais disponíveis no site da Autoridade Certificadora escolhida.

Como deve ser feita a instalação nos dispositivos?

Para instalar um Certificado Digital do tipo A1, é preciso ter disponível um sistema operacional compatível com o exigido pela Autoridade Certificadora, como o Windows, Linux e Mac Os. Além disso, é importante verificar qual o navegador mais indicado para a operação. No Brasil, os mais utilizados são: Google chrome, Mozila firefox, Microsoft edge e Internet explorer.

Para cada certificado há um manual de instruções específico. Entretanto, a primeira etapa é instalar os componentes do certificado por meio da exportação do navegador, bastando apertar no botão “próximo”, definir uma senha e gerar o certificado.

Agora que você já sabe como funciona o Certificado digital A1 e todas as suas especificidades, avalie os prós e contras, planeje o uso na sua empresa, escolha uma boa Autoridade Certificadora e garanta mais segurança nas suas operações e transações via internet.

Gostou deste post? Então assine a nossa newsletter gratuitamente, e receba nossos conteúdos em sua caixa de entrada!

voltar

Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin