Facebook ou Instagram para vendas: qual é o melhor?

Postado em 13 de abril de 2021

Finanças e vendas, Inovação e tecnologia

Tempo de leitura: 4 minutos

Faz um bom tempo que as redes sociais são usadas como canal de aproximação para atrair leads e estimular sua jornada até que se torne um cliente fidelizado. Porém, antes de definir qual delas — Facebook ou Instagram — é a melhor para alavancar as vendas da sua empresa, é fundamental conhecer suas principais características e diferenças. 

Ao pensar nisso, é comum questionar se realmente existe a necessidade de optar por uma delas para definir as melhores estratégias de vendas online. Ou se, talvez, é mais interessante usar as particularidades de cada uma a favor do seu negócio.

Como cada rede oferece recursos próprios, você precisa saber o que é adequado para a sua empresa. Assim, entender melhor sobre elas, é fundamental para atrair o público certo. 

Com o objetivo de mostrar o potencial de vendas do Facebook e Instagram, preparamos um post sobre as suas principais funcionalidades. Continue a leitura e veja o que é preciso avaliar nessas duas redes e se elas estão alinhadas aos objetivos de vendas do seu negócio!

Quais são as principais características e diferenças entre o Facebook e o Instagram?

Essas são duas ferramentas que, usadas separadas ou em conjunto, podem oferecer resultados bastante significativos para a empresa. 

O essencial é entender a finalidade de cada uma delas e o nível de engajamento possível em suas publicações, além de analisar se elas estão alinhadas aos objetivos da sua empresa. A seguir, confira as principais particularidades entre elas.

Quantidade de usuários

O Facebook lidera a preferência da população mundial, sendo que, de acordo com a pesquisa da Statista, só no Brasil há mais de 130 milhões de usuários. Os números tornam a rede uma potência de audiência e engajamento — são milhares de pessoas conectadas, interagindo com objetivos pessoais e profissionais.

Já o Instagram ocupa a quinta posição, com 99 milhões de perfis brasileiros ativos. Atualmente, abril de 2021, a rede pertence ao Facebook e permite que suas publicações sejam integradas. O que aumenta as possibilidades de vendas. 

Finalidade

Se o Facebook possui maior alcance, o Instagram promove um envolvimento mais consistente com o público. Portanto, é essencial que você defina quem é o seu público-alvo, antes de colocar em prática qualquer ação voltada para vendas.

Nesse contexto, é preciso considerar aspectos como gênero, localidade, faixa etária, preferências e interesses. 

Outro fator importante a considerar, é a linguagem que as duas redes exigem, para que a comunicação seja mais efetiva e gere bons resultados.

Engajamento

Se tratando de engajamento, o Instagram pode vencer o Facebook, devido à facilidade de visualização, interação e dinâmica de utilização dos usuários. Embora ambas estejam disponíveis para smartphones, o engajamento corporativo é mais bem direcionado no Instagram.

O Facebook tem postagens mais reflexivas, com textos mais longos e possibilidade de inserção de links — do próprio blog, de referências, de pesquisas. Já no feed do Instagram, as referências são realizadas por meio das hashtags.

O que analisar antes de tomar a decisão entre Facebook ou Instagram para vendas?

No geral, as redes sociais têm um grande alcance e se tornaram o meio de comunicação mais utilizado — tanto para questões pessoais, quanto para profissionais. Sendo assim, a adesão corporativa com estratégias consistentes de vendas se tornou inevitável.

Entretanto, antes de utilizar o Facebook ou Instagram como ferramenta de divulgação da marca, de produtos e serviços, também é preciso analisar os benefícios que eles proporcionam. Por isso, trouxemos três pontos importantes que você deve avaliar para tomar a decisão que mais atende as necessidades da sua empresa!

  1. Segmentação

No Facebook, uma segmentação de público adequada possibilita que a empresa aproveite melhor os recursos de veiculação de posts patrocinados. Ou seja, é uma forma de aumentar a possibilidade de que os investimentos tenham o retorno desejado. 

Diante disso, a linguagem e o tom são importantes mecanismos de alcance e audiência, considerando o relacionamento com o público, suas preferências, interesses e hábitos.

No Instagram, assim como no Facebook, a segmentação pode ser desenvolvida diretamente pelo gerenciador de negócios da plataforma. Além disso, as publicações são mostradas em ordem cronológica, o que possibilita o seu acompanhamento em tempo real. Para os usuários mais ansiosos, que gostam de uma novidade, pode ser o melhor caminho de alavancagem de vendas.

  1. Objetivo

Para ter sucesso, os objetivos de uso de uma rede social devem ser claros e alcançáveis. Portanto, para determinar qual é a rede mais apropriada para a sua empresa, ou se as duas juntas atendem melhor as necessidades do seu negócio, defina seus objetivos quanto:

  • alcance e audiência — estimativa de quantas pessoas visualizaram sua publicação, mesmo que não tenham interagido diretamente com esse conteúdo;
  • visibilidade da marca — quando uma empresa se destaca, de alguma maneira, entre as demais de seu segmento e é lembrada pelos consumidores;
  • divulgação de promoções e descontos;
  • aumento do conhecimento do público;
  • promoção de produtos e serviços.

Esses e outros pontos, depois de estabelecidos, devem ser detalhados e comparados com as funcionalidades e recursos de cada rede para saber qual é o melhor para o objetivo geral de vendas da empresa.

  1. Recursos

Tanto no Facebook, quanto no Instagram, há a opção de trabalhar com textos e imagens. A diferença está na quantidade de palavras permitidas e no poder de atração visual, que é maior no Instagram em função do seu estilo de postagens.

Assim, no Facebook o limite de caracteres em suas postagens é de 63.206. Já no Instagram é de 2.200 caracteres. Vale lembrar que é preciso ter cuidado e bom senso ao utilizar as hashtags (#) que, embora sejam importantes, devem priorizar o impacto qualitativo, que causam nos seguidores.

Para as imagens, a dica é usar peças que remetam aos produtos e serviços, em uma relação direta que atraia e estimule o compartilhamento no Facebook e a repostagem no Instagram.

Além desses pontos, há também os recursos de stories, do Facebook e do Instagram. Eles podem ajudar nas vendas da sua empresa por ser um formato popular, instantâneo, rápido e prático, que pode chamar a atenção do seu público toda vez que tiver uma nova publicação.

De modo geral, as redes sociais têm o objetivo de construir e fortalecer relacionamentos, seja com leads ou clientes. Por isso, a escolha dependerá das estratégias da sua empresa que, inclusive, podem contemplar ações nas duas redes.

Gostou deste post? Então compartilhe em suas redes sociais e permita que mais pessoas aprendam sobre as funcionalidades e potencialidades do Facebook e Instagram, voltados para vendas!

voltar

Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin