Sistema de Gestão Integrado: veja o que avaliar antes de contratar

Postado em 9 de março de 2021

Inovação e tecnologia

Tempo de leitura: 3 minutos

Com um sistema de gestão comercial é possível otimizar a rotina, organizar e controlar as operações com maior nível de precisão e segurança. Porém, antes de escolher um sistema, é importante avaliar alguns fatores, como saber se as funcionalidades atendem às necessidades da sua empresa.

Entretanto, é preciso analisar quando vale a pena investir em uma solução automatizada. A empresa deve estar preparada para reconfigurar toda a estrutura de trabalho e adequar seus procedimentos a uma nova realidade.

O objetivo deste post é falar sobre a importância do ERP e como ele pode auxiliar as rotinas da empresa. Continue lendo e saiba o que considerar antes de contratar um sistema de gestão integrado!

Qual a importância de um ERP integrado em uma empresa?

Uma solução que seja capaz de unificar e centralizar as atividades de todos os departamentos, é importante e recomendável, para qualquer tipo de organização, tanto para grandes, médias, pequenas ou micro empresas.

Com um ERP, as chances de aumento da produtividade são maiores, considerando a agilidade e automatização das operações. Além disso, o armazenamento digital alia segurança e confiabilidade, ao mesmo tempo.

Como um sistema pode auxiliar o dia a dia corporativo?

Um bom sistema integrado possibilita fazer toda a gestão comercial e empresarial, com acompanhamento centralizado das informações referentes ao negócio, em um mesmo ambiente.

A comunicação padronizada entre setores potencializa o ganho de eficiência e agilidade. Além disso, os procedimentos passam a ter identidade, seguindo uma mesma linha de conduta e aplicação.

O que considerar ao contratar um sistema de gestão integrado?

Ao cogitar implementar um sistema, é comum se questionar sobre o que observar antes de fechar um contrato. Afinal, todas as informações serão migradas para um ambiente digital, alterando a configuração de trabalho atual.

Portanto, é fundamental fazer um levantamento das necessidades, entender onde se encontram os gargalos e mapear a atuação do sistema de gestão para que as funcionalidades integradas tenham um fluxo útil, dinâmico e prático.

Veja abaixo o que você precisa considerar antes de firmar contrato com o fornecedor de um sistema ERP.

Realidade da empresa

Cada empresa tem uma realidade diferente, mesmo quando atuam no mesmo segmento. O volume de vendas, o número de clientes e funcionários, são aspectos que influenciam na decisão de adquirir um sistema integrado.

A demanda de trabalho é determinante para definição dos módulos e parametrização necessária na otimização das atividades em cada departamento — a solução deve atender a todas as especificidades do negócio.

Se outros sistemas estiverem em uso na empresa, é preciso verificar se podem ser integrados para garantir que a associação seja feita corretamente. Para isso, analise as possibilidades de unificação da solução proposta e substituição dos sistemas antigos.

Disponibilidade do suporte

Antes da contratação, também é importante verificar se o sistema apresenta uma assistência qualificada para te auxiliar, caso surja alguma dúvida ou ocorra algum conflito.

Dessa forma, antes de contratar é preciso saber se existe uma equipe especializada de suporte e se os colaboradores da sua empresa serão treinados para utilizar toda a capacidade do sistema – recursos, funções e módulos.

Quais os planos disponíveis

Dependendo da realidade da sua empresa, é mais indicado você começar com um sistema mais simples e com funcionalidades mais básicas. Muitos fornecedores oferecem planos em níveis crescentes.

Portanto, solicite as opções disponíveis, começando pelo plano básico, que normalmente é composto dos módulos mais importantes e essenciais. A aquisição complementar pode ser realizada no futuro, considerando a necessidade da empresa e a usabilidade do sistema.

Quais funcionalidades se adequam melhor ao contexto da empresa?

Saiba, dentre as diversas funcionalidades, quais se aplicam às necessidades da sua empresa e apresentam maior chance de êxito. Se o foco principal for em vendas, direcione as funcionalidades para a área comercial e complemente com as funções de apoio, como estoque e faturamento.

Já, se o objetivo maior é reduzir custos e ter lucro, a gestão financeira requer funcionalidades que permitam melhorar o controle numérico, relacionando as contas a pagar e receber.

O Bitis é um sistema de gestão integrado completo para o seu negócio com módulos e planos ideais, que contemplam o controle de estoque, o relacionamento com o cliente, a administração financeira, a área de vendas, o e-commerce e a prestação de serviços.


Gostou de saber sobre o sistema de gestão integrado? Saiba porque milhares de empresas optaram por contratar o Bitis e veja tudo o que ele é capaz de fazer para melhorar a gestão administrativa, financeira e fiscal da sua empresa!

voltar

Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin